jusbrasil.com.br
20 de Junho de 2018
    Adicione tópicos

    Francisca Primo critica cortes do Governo Federal para o combate à violência contra a mulher

    Na manhã desta quarta - feira (13), a deputada estadual Francisca Primo (PCdoB) foi à tribuna da Assembleia Legislativa para criticar o Governo Federal pela medida implantada para a redução de verbas destinadas às políticas públicas de combate à violência contra a mulher. O corte de orçamento fez com que os R$ 42,9 milhões disponíveis em 2016 caíssem para R$ 16,6 milhões, no ano passado. Os números do ajuste estão disponíveis no Portal do Orçamento do Senado Federal.

    Um estudo divulgado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) mostra que, em dez anos, houve aumento de 6,4% na taxa de homicídios, que está em 4,5 para cada 100 mil brasileiras. No Maranhão, por exemplo, 47 casos de feminicídio foram registrados até o dia 24 de dezembro de 2017, de acordo com dados da Secretaria de Segurança Pública do Estado. E este ano, já foram registrados 21 crimes de feminicídio no Estado.

    No discurso, a parlamentar apontou os dados registrados de violência em nível nacional e estadual e afirmou que as mulheres continuam na luta para terem seus direitos reconhecidos.

    “Não podemos aceitar essa medida adotada pelo Governo Federal, pois isso vai na contramão de todos os passos alcançados após anos de luta e esforço. Portanto, é inadmissível dar um passo para trás em pleno século XXI. Não vamos desistir dessa luta” enfatizou a deputada.

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)