jusbrasil.com.br
17 de Dezembro de 2018
    Adicione tópicos

    “Mais uma vez votei contra o aumento de impostos”, declara deputado Wellington do Curso

    O plenário da Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão lotou, na quarta-feira (5), para a votação do Projeto de Lei 239/18, que altera a Lei 7.799/02, sobre o Sistema Tributário do Estado. Segundo Wellington do Curso (PSDB), a oposição estava atenta e lutou contra o "golpe governista".

    Wellington apresentou oito emendas contra o aumento dos impostos, mas nenhuma foi aprovada, já que a maioria dos deputados é da base do governo. Além de argumentar sobre todos os prejuízos e consequências que a partir de março de 2019 os maranhenses sofrerão.

    “Mais uma vez votei contra o aumento de impostos. Este aumento não é sentido logo de imediato, mas os prejuízos virão ao longo do tempo. Muitas empresas deixarão de existir, outras fecharão. Desta forma, o Governo do Estado aumenta a recessão e a crise. Tudo isto para bancar as regalias do desgoverno Flávio Dino, os gastos com a campanha eleitoral, o rombo nas contas públicas, ocasionados pela má gestão comunista e assim massacrando a população mais pobre”, argumentou Wellington.

    Membros da imprensa e a população, que ocupuram a galeria e se manifestaram durante toda a sessão, presenciaram a base do governo comunista aprovar o aumento de impostos. "Com o aumento principalmente do combustível ocorrerá um efeito cascata em cima de todos os outros produtos e também dos serviços", avaliou o deputado.

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)